domingo, 19 de Outubro de 2014

Welgemeend Estate Reserve 2009 Tinto

Feito a partir de Merlot, Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc.

Aroma com fruta preta e folhas verdes.

Na boca é fresco, sedoso, mas não enche a boca. Tem uva passa, ameixa preta seca, licor, chá e botões de chocolate. Tudo muito arrumadinho e tem perfeita transição. Acaba médio.

Classificação: ★★★☆☆

Made from a blend of Merlot, Cabernet Sauvignon and Cabernet Franc.

Lots of dark fruit and green leaves in the aromas.

In the mouth is fresh, silky but does not fill up the mouth. It have raisin, dark dried plum, licorice, tea and chocolate buttons. Everything is on the right place. Ends medium.

Rating: ★★★☆☆

Domaine Grier Olympus 2009 Tinto

O destino ditou que a primeira quinta que visitei em Stellenbosch fosse a Villiera Wines. Durante a estadia na quinta, os vinhos provados mostraram-se estarem ao nível do padrão de consumo corrente, exceto este que é feito de Syrah e Grenache, mas que curiosamente é Francês, sendo comercializado pelo produtor local.

Aroma a ameixa preta e figo seco. Intenso e profundo.

É um vinho especiado, quente, com bastante figo e ameixa preta e uvas passas. Deixa rasto apesar de se sumir mais cedo que pretendíamos. Acaba por não ser persistente.

Classificação: ★★★☆☆

When I arrived South Africa, the first estate I visited was Villiera Wines. During my stay, the wines I tasted were not on par to what I was expecting, except this one made from a blend of Syrah and Grenache, but curiously is French and its being distributed locally by this winery.

It have dark plum and dried fig in the aromas.

Full of spice, warm, lots of figs, dark plum and raisin. It leaves a mark that unfortunately fades quickly. Medium finish.

Rating:★★★☆☆

Lyngrove Platinum Pinotage 2011 Tinto

Feito de Pinotage, a casta que marca o perfil dos tintos Sul Africanos que decidem não copiar os vinhos Franceses.

Aromas cheios de framboesas, ginja e groselha.

Na boca é rico, sedoso e com uma camada de nata, enche muito a boca. Nota-se mais a ginja madura e mais umas bagas à mistura tudo em contacto com madeira. Termina ligeiramente apimentado.

Final infinito.

Classificação: ★★★★☆

Made from Pinotage, the South African signature grape.

Aroma is full of cherries, raspberries and currants.

This wine fills up the mouth. Its rich, smooth with a cream layer on top. Cherries drive the flavor, blended with other berries that keep the contact with that oaky character. Ends spicy.

Infinite finish.

Rating: ★★★★☆

sábado, 18 de Outubro de 2014

Neethlingshof Gewurztraminer 2014 Branco

Salvo erro, é a primeira vez que bebo um vinho no mesmo ano da colheita. Feito de Gewurztraminer.

Aromas simples ao que parece ser sumo de uva e cristais minerais.

Seco e doce, por momentos fez-me lembrar o icónico João Pires, que saudades! É vivinho como a sardinha, leve e direto ao coração das senhoras. Ótimo para iniciar um jantar, mas não pode ser levado como algo sério.

Final curto.

Classificação:★★☆☆☆

I assume that I never tasted a wine in the very same year of the label vintage, made from South African popular Gewurztraminer.

Simple aroma of what it seems to be a fruit juice.

Dry and sweet, it makes me remember an iconic Portuguese wine called João Pires. It lives and goes straight to the heart. Fantastic to start a dinner, but it cannot be considered something serious.

Short finish.

Rating:★★☆☆☆

Diemersfontein Pinotage 2013 Tinto

Segundo os locais, este é o vinho que há 30 anos começou a comercialização da casta Pinotage.

Aromas a frutos vermelhos em calda, café e fumo.

Na boca tem licor, fruta em "almibar" que se torna amarga com a passagem para café com excesso de processo de torrefação. A composição com madeira e a torrada fumada disfarça a presença de chocolate "mon chéri".

Final longo e achocolatado.

Classificação: ★★☆☆☆

According to the South Africans, this is the real and original Pinotage, made since 30 years ago.

Stewed red fruit aroma, coffee and smoke.

In the mouth tastes like cheap canned fruit, that gets sour with excess of dark coffee. Oak character and toasts presence hides the presence of "mon chéri" candy bar.

Long and chocolate finish.

Rating: ★★☆☆☆

Whalehaven Pinotage 2010 Tinto

Bebido no dia no meu aniversário, pouco depois de ter chegado à Africa do Sul.

Aromas orgânicos, florais e chá.

Fresco, limpo, leve, não enche muito a boca, frutos vermelhos longe de serem maduros, chá, alguma madeira tostada e no final aparece ameixa preta e aromas.

Final longo.

Classificação: ★★★☆☆

I tasted this wine after a while I moved to South Africa.

Organic aromas, tea leaves and floral notes.

Its fresh, clean, crystal and light. Does not fill the mouth. It presents red fruits far from being ripe, tea, some toasted barrel and in the end black plum and blackberries.

Long finish.

Rating:★★★☆☆

sábado, 27 de Setembro de 2014

Filipa de Lencastre Alvarinho 2013 Branco

Feito de Alvarinho.

Aroma tropical com algum pêssego.

Leve, ligeiro tropical no início, mas falta impacto. Direto ao coração para agradar a todos. Bom para beber a solo.

Final longo.

Classificação: ★★☆☆☆

Made from Alvarinho.

Some tropical notes and peach in the aromas.

It's light, with some tropical sensation at the beginning but then it lacks the impact. It goes straight to the heart and it's easy to drink. It is good to drink it solo.

Long finish.

Ratting:  ★★☆☆☆

Esporão Reserva 2011 Tinto



Vinho tinto de elite nos hotéis Angolanos. Custa 15 dólares o copo.

Aroma com muitas bagas, ameixa preta, brandy e madeira torrada.


Carnudo e negro. Ameixa, amora, ginja e brandy em crescendo que se expande e arrasta o sabor de forma persistente.

Final intenso e quente.

Classificação: ★★★★☆

This is the top notch that is served in Angolan hotels, it cost $15 the glass.

Aromas with lots of berries, black plum, brandy and toasted oak.

This wine is just like eating meat and its black. It has a lot of plum, berries,cherries, brandy that grows and expands taking all the flavour in a way that it glues to your mouth.

Intense and warm finish.

Ratting:★★★★☆

sábado, 20 de Setembro de 2014

Cune Rioja 2009 Reserva Tinto

Aromas a cereja e madeira torrada.

Fresco, sem explodir na boca. Não satura a língua. Cereja no inicio, cheio de groselha depois, sem açúcares, sem compotas. Totalmente tostado como é típico dos tintos desta região,  parece linhaça dourada que se agarra aos dentes. Termina médio.

Classificação: ★★★☆☆

Aromas divided by cherry and toasted oak.

Fresh, but does explodes in the mouth cavity. Does not saturate. Some cherry in the beginning, berries after, without sugars, syrups and fruit jams. Full of toasted oak as it is typical from wines from this region, it glues to the teeth. Ends medium.

Ratting: ★★★☆☆

Viña Salceda 2009 Reserva Tinto

De aromas está curto. Cereja madura e tabaco.

Fresco, leve, ligeiramente adstringente, muita torrada e madeira, cereja madura por debaixo e tabaco. Termina super apimentado. Se gosta de sentir a madeira, este vai satisfazer os seus desenhos. Final persistente mas sem impacto.

Classificação: ★★★☆☆

Falls short in aroma. Some ripe cherry and tobacco leaves.

It is fresh, light, slightly astringent, lots of toast and oak, some ripe cherry and tobacco box. Ends super spicy. If you like oak character wines, you will love this one. Persistence finish without leaving impact.

Ratting: ★★★☆☆